Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Outras Iniciativas

Projeto "Pescando Leitores"

COLÉGIO ESTADUAL PRESIDENTE CASTELO BRANCO – PREMEN - TOLEDO- PR

 

O projeto nasceu em 2006 diante das grandes dificuldades apresentadas pelos alunos do Ensino Médio, quanto à leitura oral ou silenciosa. Poucos alunos tem o hábito da leitura. Dados levantados em Conselho de Classe, demonstraram que a razão do baixo rendimento de muitos alunos, se devia a dificuldade de análise e interpretação das questões apresentadas em avaliações e/ou textos.

Em 2007 o projeto foi implantado apenas nos 1º anos, através de momentos de leitura de material previamente selecionado pela equipe pedagógica e professores, sendo textos curtos e com uma lição de vida ou com moral da história. Muitas dificuldades com relação ao horário, pois não era simultâneo nas turmas, algumas vezes o professor responsável esquecia do momento da leitura e/ou a equipe não encaminhava o material a ser lido. Nem sempre ou poucas vezes, o material a ser lido era do interesse do aluno

Em 2008 o projeto ficou suspenso por um período, para avaliação e busca de uma nova logística/formatação. Já em 2009 o projeto passou a funcionar da seguinte forma: em um dia da semana pré-definido, todas as aulas de cada turno tiveram seu tempo reduzido em 5 minutos, sendo que após o intervalo, o mesmo fica destinado ao momento de leitura. Para facilitar o acesso ao material de leitura, além do disponível na biblioteca, foi disponibilizada no saguão do Colégio, uma vasta gama de material de leitura, obtida através de doações dos alunos e entidades da comunidade. Este material não possui nenhum controle de retirada, sendo os alunos incentivados a levá-lo para casa e devolve-lo posteriormente. Além disso, os alunos foram incentivados a doar material de leitura e a fazerem à carteirinha da biblioteca, para assim ter acesso ao material de leitura da mesma. Este sim, com controle de retirada e devolução.

Em 2010, após nova avaliação do projeto, estendeu-se o momento da leitura para dois dias da semana, após o intervalo, sendo 25 minutos cada dia. Para atender ao grande número de alunos que o colégio possui (500 alunos em cada turno), foram feitas parcerias com entidades, como Lions Clube, clinicas médicas e escritórios, na busca de doações de livros. O Colégio através da Associação de Pais, Mestres e Funcionários, mantém assinatura permanente de 40 assinaturas de revistas, de 04 jornais e gibis. O acervo bibliográfico chega a mais de 20.000 títulos.

Importante frisar que foi necessário um trabalho de conscientização junto aos profissionais da escola e aos alunos sobre a importância e objetivos do projeto. Desta forma foi possível obter o engajamento de todos e superar qualquer dúvida ou resistência ao projeto. Este trabalho se faz necessário repetir todos os anos com os alunos novos que chegam ao colégio.

Idéia síntese do projeto

Oportunizar aos alunos um momento de contato com material de leitura sem nenhuma cobrança acadêmica, para que a leitura seja feita por prazer e assim favoreça a construção do hábito da leitura. A ideia é “Pescar Leitores”. Para isto o projeto prevê dois momentos por semana, em que todas as turmas, todos os professores e funcionários, em todos os turnos, parem suas atividades e façam uma leitura não dirigida, livre, no nível e gosto que cada um está apto a realizar. A APMF, além de manter a assinatura de revistas/gibis e de jornais, constantemente realiza a compra de novos livros sugeridos pelos alunos e professores. Todo este material está disponível para uso dos alunos, familiares, professores e funcionários.

Ler é viajar sem sair do lugar.

Mariza Schiochet é professora de Português e Literatura. Aposentou-se do Estado recentemente, mas continua lecionando nas escolas municipais de Joinville. Ela [...]

Uma cidade que lê

Dilma Morais Negromonte, Secretária de Saúde do Município de Santa Luzia-PB, ao entrar no mundo fantástico do Facebook, sentiu uma [...]

Materiais que não podem faltar numa sala de aula, do ensino fundamental

Um mapa político do seu Estado, um mapa político do Brasil e do Mundo, um globo político e um dicionário. [...]


Livros que inspiraram O Movimento

Ensinando Inteligência

Ensinando Inteligência

+ Detalhes
Estimulando Inteligência

Estimulando Inteligência

+ Detalhes
Aprendendo Inteligência

Aprendendo Inteligência

+ Detalhes
Professor não é Educador

Professor não é Educador

+ Detalhes

Depoimentos

Sandres Sponholz – promotor da Promotoria de Educação de Toledo

“Felizmente enxergamos a sociedade preocupada com o futuro dos jovens e sabemos que a nossa realidade não é fácil. Os 'desvalores' estão tirando os jovens do caminho do estudo, da leitura, do convívio familiar, do afeto. O Movimento traz propostas simples, que podem ser exercitadas no nosso dia a dia. A evolução e o crescimento é uma conquista de cada cidadão, mas é preciso pessoas responsáveis e comprometidas, no sentido de incentivar este crescimento.”
Deixe seu depoimento