Quem tem o hábito de ler amplia sua inteligência e pode ter uma vida melhor.

Quem tem o hábito de ler amplia sua inteligência e pode ter uma vida melhor.

País desenvolvido se constrói com pessoas bem educadas e bem instruídas.

País desenvolvido se constrói com pessoas bem educadas e bem instruídas.

Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Realize ações propostas no site e promova pessoas melhores.

Realize ações propostas no site e promova pessoas melhores.

Família | Artigos

SOBRE MEDIOCRIDADE

Autor/fonte: Filósofo Armindo Moreira

Autor do livro PROFESSOR NÃO É EDUCADOR.

Geralmente, considera-se pessoa medíocre aquela que não manifesta virtude, capacidade ou comportamento que a distinga da maioria. A pessoa medíocre não se salienta: nem na esfera dos dons intelectuais nem no âmbito dos dons morais. Pessoa medíocre não alimenta ideais nem faz projetos úteis a si mesma ou ao próximo ou à comunidade. Ela vive satisfeita com estas suas limitações, com sua ambição acanhada; tranqüila com sua ignorância sobre assuntos que lhe dizem respeito ou que interessam à sua comunidade.
A maioria das pessoas não são medíocre. No entanto a mediocridade pode afetar toda uma pequena comunidade. Para tanto basta que toda ela se deixe conduzir por uma liderança medíocre.
Ninguém é medíocre em todos os aspectos possíveis. Pessoa inteiramente medíocre talvez não exista. Mas pode ocorrer que, numa comunidade, a maioria seja medíocre num determinado aspecto: em conhecimento sobre política ou sobre religião – por exemplo.
A deficiente alfabetização gera, na comunidade que a sofra, um estado comum de mediocridade no que tange cultura geral - e não só! Alfabetização deficiente é a mais fértil semente da mediocridade. Dela vêm a pouca instrução, o mau desempenho profissional, a incompetência administrativa e – o que é gravíssimo – pouca clareza na distinção entre certo e errado nas opções de natureza moral.
Seria muito útil que alguém, dotado de conhecimentos e de paciência típica do pesquisador científico, se entregasse ao estudo das diversas fontes da mediocridade. É que, conhecidas todas essas fontes, seria mais fácil diminuir a mediocridade neste nosso belo planeta.
A pessoa medíocre não se reconhece como tal. Ela sobrevaloriza-se. E é por esta atitude que a ignorância conduz à mediocridade. Ignorância existe em todas as pessoas; dela ninguém escapa. Mas pessoa de bom-senso não esconde suas limitações cognitivas: quando sabe, mostra que sabe; quando ignora, não esconde sua ignorância. Ao contrário, o medíocre tende a esconder sua falta de conhecimento ou de habilidade, para parecer o que não é.
Não é fácil tratar com pessoas medíocres. É difícil gostar de sua presença e de seu convívio. Mas é impossível evitá-lo. Que fazer, então?! Seguir uma preciosa orientação dada por Goethe: “Se tratarmos as pessoas como elas são, tornamo-las piores; se as tratarmos como elas deveriam ser, podemos torná-las melhores.”

08/01/2018 Pais podem ajudar os filhos a estudar melhor?

É comum ouvir, pelo país todo, na maioria das escolas, a expressão: semana de provas. Esta prática, associada a outras [...]

24/01/2016 Leitura Partilhada

Leitura partilhada. As 5 etapas que antecedem o princípio alfabético podem ser divididas em: 1ª) Leitura partilhada. 2ª) Memória auditiva de curto prazo. 3ª) [...]

23/03/2015 Como Educar seus filhos, para mudar uma sociedade corrupta.

Como Educar seus Filhos para Mudar uma Sociedade Corrupta Criado por Chrystian Sales, Gustavo Henrique dos Santos 3 Métodos:Ensinando ConsciênciaEnsinando ResponsabilidadeDesenvolvendo a [...]

05/01/2015 CONTAR HISTÓRIAS, ESTIMULA A FORMAÇÃO DE LEITORES.

    Muitas vezes queremos incentivar nossas crianças a ler, mas não sabemos por onde começar. Uma boa maneira de promover os [...]

13/11/2014 VALORES INDISPENSÁVEIS A UMA BOA EDUCAÇÃO DE FILHOS

Olhando para o futuro, será possível imaginar que um dia as pessoas poderão abrir mão de valores como a honestidade [...]


Livros que inspiraram O Movimento

Aprendendo Inteligência

Aprendendo Inteligência

+ Detalhes
Ensinando Inteligência

Ensinando Inteligência

+ Detalhes
Professor não é Educador

Professor não é Educador

+ Detalhes
Estimulando Inteligência

Estimulando Inteligência

+ Detalhes

Depoimentos

Décio Adams

Nesse texto encontrei uma passagem que eu aplicava nos meus anos de estudos no Seminário, na época Ginásio. Até latim estudei e aprendi. O que nunca deixava de fazer era escrever, reescrever. Quando o conteúdo estava em um livro, eu lia o texto com atenção e fazia um resumo com o que ficara memorizado. Comparava o resumo com o texto e completava as lacunas existentes e assim me tornei um aluno destacado em todas as disciplinas. Não havia aquela em que eu não fosse o detentor de uma das melhores notas ao final de cada período de avaliação. Não foi por nada que, enquanto essa prática persistiu, estava praticamente sempre classificado em um dos três primeiros lugares da turma, na hora da Leitura de Notas e classificação em lugares por média final. Maior parte das vezes era o primeiro, algumas o segundo ou terceiro. Isso me deixou com um sentimento inicialmente de superioridade, mas depois percebi que tinha descoberto uma forma particular de aprender qualquer conteúdo. Assim passei o resto de minha vida escolar, depois acadêmica. Fiz diversos concursos e praticamente em todos fui aprovado. Ao escrever, fazemos exatamente o que diz o texto: escrevemos no cérebro. O movimento das mãos ao redigir o texto gravam nas estruturas neuronais da memória de modo indelével o teor do que foi estudado, escrito.
Deixe seu depoimento