Quem tem o hábito de ler amplia sua inteligência e pode ter uma vida melhor.

Quem tem o hábito de ler amplia sua inteligência e pode ter uma vida melhor.

Realize ações propostas no site e promova pessoas melhores.

Realize ações propostas no site e promova pessoas melhores.

País desenvolvido se constrói com pessoas bem educadas e bem instruídas.

País desenvolvido se constrói com pessoas bem educadas e bem instruídas.

Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Escola | Livros

Professor não é Educador

Professor não é Educador

Autor: Armindo Moreira

Em Professor não é Educador, pretende-se mostrar que o professor não deve ser educador de seus alunos, que é nocivo dar ao professor a missão de educar; que a função do professor é instruir, e que educar e instruir são coisas muito diferentes. E, por se referirem de algum modo ao ensino, outros assuntos são analisados, entre eles: o hábito de ler, como aprender redigir com facilidade, currículos escolares, preparo das direções de escolas, o que é ensino de qualidade, etc.

Os neurônios da Leitura - Como a ciência explica a nossa capacidade de ler

Os neurônios da Leitura - Como a ciência explica a nossa capacidade de ler

Autor: Stanislas Dehaene

Este livro revela a lógica oculta da ortografia, descreve uma pesquisa pioneira sobre a forma como são processadas as línguas e o sistema de linguagem e reforça a capacidade extraordinária que o cérebro tem de se adaptar. Como a ciência explica a nossa capacidade de ler.
Obs. Melhor livro científico do ano(2012), segundo o Washington Post.

Ensinando Inteligência - Vol. III

Ensinando Inteligência - Vol. III

Autor: Pierluigi Piazzi (Prof. Pier)

Foi, desde pequena, a melhor aluna da sala em uma escola de elite e… não conseguiu passar no vestibular! Formou-se com boas notas em um curso de direito de primeira linha e… não conseguiu passar na OAB! Todos ótimos alunos e… péssimos estudantes! Vítimas de uma pedagogia obtusa e de um sistema escolar que valoriza quem “estuda” para tirar nota, não quem estuda de verdade, para aprender. Este livro é o primeiro passo rumo a uma reviravolta no ensino, para livrar nossas escolas de métodos e modismos equivocados que levaram o Brasil a ter um dos piores sistemas educacionais do mundo. Reverter essa triste situação, por incrível que pareça, é simples. Basta incorporar à pedagogia as mais recentes descobertas das neurociências. O cérebro humano é um universo maravilhoso e, estudando suas peculiaridades, é fácil perceber que inteligência e aptidão são qualidades aprendidas. Logo, o compromisso de nossas escolas deveria ser o de ENSINAR INTELIGÊNCIA.

Aprendendo Inteligência - Vol. I

Aprendendo Inteligência - Vol. I

Autor: Pierluigi Piazzi (Prof. Pier)

Durante muito tempo acreditou-se que a inteligência fosse uma característica inata do ser humano. Porém, os avanços da neurociência têm demonstrado que inteligência, talento e vocação são atributos que podem ser adquiridos com facilidade e um pouco de esforço. Neste livro, dedicado aos estudantes de todos os níveis, Pierluigi Piazzi, o Prof. Pier, ensina como usar a inteligência para se tornar uma pessoa mais inteligente. “Aprendendo Inteligência” apresenta um panorama do que há de incorreto nas escolas e na maneira como os alunos encaram os estudos, além de demonstrar, de forma simples, como os erros mais comuns podem ser evitados. Também oferece preciosas dicas de como aproveitar melhor o tempo – por incrível que pareça, estudando menos e aprendendo mais!

A Vida na Sarjeta: O Círculo Vicioso da Miséria Moral

A Vida na Sarjeta: O Círculo Vicioso da Miséria Moral

Autor: Theorore Dalrymple

Este livro é um relato pungente da vida da subclasse inglesa – e das razões de as pessoas persistirem nessa vida – escrito por um psiquiatra que cuida de uma clientela de baixa renda em um hospital de periferia e dos detentos de uma penitenciária de Londres. A percepção fundamental do Dr. Dalrymple é a de que a pobreza continuada não tem causas econômicas, mas encontra fundamento em um conjunto de fatores disfuncionais, continuamente reforçados por uma cultura de elite em busca de vítimas.

A Dignidade Ultrajada - Ser professor do ensino público nos dias atuais

A Dignidade Ultrajada - Ser professor do ensino público nos dias atuais

Autor: Kátia Simone Benedetti

“A Dignidade Ultrajada - Ser professor do ensino público brasileiro nos dias atuais” nasceu da experiência docente e acadêmica da autora e objetiva ser um manifesto em defesa dos professores e da profissão docente. Aqui são discutidos problemas enfrentados pelos professores e pelas escolas públicas, numa análise sólida e respaldada em suporte teórico. Traz críticas às abordagens dominantes, mostrando como provocaram a desvalorização dos profissionais da área e a queda na qualidade do ensino formal. Traz ainda sugestões de políticas públicas embasadas em estudos científicos, objetivando melhorias nas condições de trabalho dos profissionais e na qualidade do ensino público, para que no futuro as escolas passem a ser modelo de qualidade e professores não tenham mais sua dignidade ultrajada.

Livros que inspiraram O Movimento

Aprendendo Inteligência

Aprendendo Inteligência

+ Detalhes
Professor não é Educador

Professor não é Educador

+ Detalhes
Ensinando Inteligência

Ensinando Inteligência

+ Detalhes
Estimulando Inteligência

Estimulando Inteligência

+ Detalhes

Depoimentos

JULIANA CANEZIM

Professora Juliana Canezim sobre o encontro com um dos idealizadores do "Movimento Pessoas Melhores”: Edésio Reichert . A ESPERANÇA: A esperança voltou a reinar em meu coração idealista, educador e brasileiro, pois esta semana conheci um dos responsáveis pelo projeto “Movimento Pessoas Melhores” e para minha surpresa, descobri que o setor empresarial de Toledo está se unindo para transformar vidas de forma integral, positiva e permanente. Não falamos apenas de vagas e colocações no mercado de trabalho, falamos de algo que pode dar ao cidadão o poder de ser protagonista da própria vida. O ENCANTAMENTO: O projeto encantou-me ao conclamar o setor empresarial, os profissionais liberais, as entidades organizadas a transformarem seus espaços e seus valores com ações simples que podem melhorar a vida em sociedade. O RECONHECIMENTO: Este projeto leva à sociedade a compreensão de que pessoas mais instrumentalizadas com Conhecimento, Inteligência e Valores podem melhorar o meio onde vivem. A MOTIVAÇÃO: Depois deste feliz encontro, nosso entusiasmo e crença na Educação reascendeu, pois nossa voz e nossas ações têm mais força quando temos o apoio de grupos representativos de nossa sociedade. AS BOAS VINDAS: Sejam Bem-vindos, Senhores Empreendedores, Senhores Profissionais Liberais, Senhores Coordenadores de Instituições de Ensino, enquanto nos movimentamos com o objetivo de construir pessoas melhores, melhoramo-nos reciprocamente. Saibam vocês, o Bem Estar por atuarem de forma altruísta (como aquele que podia ter feito mais e o fez) será a gratificação e, talvez, o legado de vossa real importância neste mundo. Como professora e mãe educadora é isto que sinto! E agora, com a parceria do “Movimento Pessoas Melhores” me sinto mais forte e mais confiante. A GRATIDÃO: Obrigada, Senhor Edésio Reichert e a todos os envolvidos no projeto. Que vossa determinação e criatividade não se esgotem. Um brinde à vossa iniciativa! Respeitosamente, Professora Juliana Canezim (Licenciada em Letras Português/Inglês – Unioeste(2004) Especialista em Literatura Brasileira e Formação de Leitor. Professora de Instituições Particulares de Ensino Médio: Incomar - Toledo; Funet -Toledo; Gabriela Mistral - Palotina; Cristo Rei - Cascavel; Alfa Cursinho - Cascavel; COC-Cascavel; Ângulo- Cascavel; Pontual - Londrina)
Deixe seu depoimento